GIVENCHY


Givenchy é mais do que um estilista, é uma lenda. Seu nome está atrelado à sofisticação e ao requinte, ao corte perfeito, ao equilíbrio, acima de tudo. A extrema elegância sempre foi a principal marca das criações clássicas de Hubert de Givenchy, um francês reconhecido mundialmente por seu trabalho coerente e requintado, e cuja marca é sinônimo de luxo. Casual chique, elegância aristocrática e feminilidade, tudo combinado no mundo atemporal da grife GIVENCHY.



O estilista Hubert James Taffin de Givenchy (foto abaixo) nasceu no dia 21 de fevereiro de 1927 na pequena cidade francesa de Beauvais. Filho do marquês Lucien Taffin de Givenchy e de Béatrice de Givenchy, seu avô dirigia uma oficina de tapetes na cidade. Muito cedo ele já demonstrava seu interesse pela moda. Aos dez anos, quando foi visitar uma exposição de figurinos dos mais famosos estilistas franceses, ele se identificou imediatamente com o universo luxuoso da alta-costura, contrariando o sonho de seus pais, que queriam vê-lo ser um advogado. Não houve tempo para cursar direito. Aos 17 anos ingressou na Escola de Belas Artes de Paris e trabalhou como assistente com grandes nomes da moda como Jacques Fath, Robert Piguet, Lucien Lelong, Pierre Balmain e, mais tarde, em 1949, foi braço direito de Elsa Schiaparelli. Esse contato direto com grandes mestres propiciou toda a experiência necessária para que ele pensasse em abrir seu próprio negócio.



Finalmente, em 2005, foi anunciada a chegada do italiano Riccardo Tisci à GIVENCHY, com a esperança de manter viva a tradição, o requinte e principalmente o prestígio de uma das maiores grifes da alta costura. Porque como dizia o próprio Givenchy, “Sucesso não é prestígio. O sucesso é passageiro, o prestígio é outro assunto. Ele persiste depois da gente. É preciso trabalhar para não ter trabalhado em vão”. Em março de 2008 a marca inaugurou sua nova loja-conceito na Faubourg Saint-Honoré, ou seja, na rua mais chique de Paris, apresentando o novo espírito da marca que equilibrava espaço e privacidade. Na época, os especialistas acreditavam que a nova loja poderia render aproximadamente €6 milhões durante o primeiro ano. Tudo em um momento que a GIVENCHY estava comemorando o retorno à lucratividade e o aumento das vendas. Em 2010, a GIVENCHY estarreceu milhões de pessoas e quebrou paradigmas ao lançar uma célebre campanha estrelada por Lea T (filha do ex-jogador Toninho Cerezo), a primeira modelo transexual que irrompeu no mundo da moda.








Brand A-Z / givenchy (exibindo 1 até 20 de 1979)


Você pode confiar em nós, não iremos enviar spam